Não amo melhor
nem pior do que ninguém.

Do meu jeito amo
Ora esquisito, ora fogoso,
às vezes aflito ou ensandecido de gozo.
Já amei até com nojo.

Coisas fabulosas acontecem-me no leito.

Nem sempre de mim dependem, confesso.
O corpo do outro é que é sempre surpreendente.


O amor e o outro
(Affonso Romano de SantAnna)

Exaltação

Viver! Beber o vento e o sol!... Erguer
Ao céu os corações a palpitar!
Deus fez os nossos braços pra prender,
E a boca fez-se sangue pra beijar!
A chama, sempre rubra, ao alto, a arder!...
Asas sempre perdidas a pairar,
Mais alto para as estrelas desprender!
...A glória!... A fama!... O orgulho de criar!...
Da vida tenho o mel e tenho os travos
No lago dos meus olhos de violetas,
Nos meus beijos extáticos, pagãos!...
Trago na boca o coração dos cravos!
Boêmios, vagabundos, e poetas:
- Como eu sou vossa Irmã, ó meus Irmãos!...

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

FORA DE CONTROLE

Olá!


É impressionante como as coisas mudam em pouquissimo tempo. Minha cabeça está um turbilhão e parece que a cada passo que dou para a frente dou dois para trás.

Ontem estava com um encontro marcado. Hoje, acabo de desfazê-lo.

De uma hora para a outra, veio a constatação que não sou a mesma de 4 anos atras.

Minha cabeça era outra, sabia perfeitamente separar amor e sexo. Era capaz de sair e transar com qualquer cara que eu quisesse. Não no sentido de ser a melhor, mas se aparecesse oportunidade e tesão, eu não ligaria de transar. Mas hoje, não estou sendo capaz de diferenciar. Regressão? Sim.

Mas ao mesmo tempo, sinto o desejo pulsante, latejante. Quero ser a mulher submissa, a que se entrega completamente. Minha mente está conflitante. Meus sentimentos confusos. Meu corpo pede. Minha cabeça barra.

Sinto-me como uma daquelas pessoas descrevi anteriormente, que não tem uma mente aberta, não se entregam aos seus desejos, mesmo sabendo que para elas seria o melhor.

Imaturidade da minha parte? Não. Medo? Talvez. Insegurança? Jamais.

Peço desculpas a vocês, em especial, ao meu sempre Mestre.

"EU QUERO, MAS NÃO POSSO!"

6 comentários:

  1. Olá

    não penses ser anormal, ou mesmo insegura...
    tais duvidas sempre nos assolam... principalmente quando nos deparamos com a realidade...
    Enquanto o querer está apenas na fantasia, na mente... é facil lidar... no entanto, quando se aproxima a oportunidade de tornar realidade, bate o medo..
    medo de nós mesmas, medo de como os outros nos verá, medo de como Ele nos verá...

    Este medo é absolutamente normal, e faz parte...
    Refletir e decidir qual o melhor caminho tomar, ou mesmo por onde começar, é uma alternativa sempre aconselhavel...

    Precisando de algo... e eu puder ajudar... não hesite em me chamar... ok?

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Ei moça linda...

    tem um meme para ti lá no blog...
    corre e responda... to curiosa...rs

    bjs e bom final de semana

    ResponderExcluir
  3. Isso me parece muito normal...bom final de semana.

    ResponderExcluir
  4. Se eu puder te ajudar...conte comigo.

    ResponderExcluir
  5. Apaixonante seus relatos.

    Como a Nanda disse ter medo é inevitável.

    Eu, ainda enfrento alguns medos... porém procuro não antecipá-los... enfrento um de cada vez.

    Hoje, sou uma nova pessoa,mais confiante, muito amada e, totalmente entregue a submissão.

    Espero que me permita seguir seu blog.

    Venha me visitar, vou gostar muito.

    Beijos rubros.

    ResponderExcluir
  6. ei moça!!!

    Dá para voltar logo?
    vc faz falta!!!

    bjs

    ResponderExcluir